As diferentes faces do riso
Fuvest

As diferentes faces do riso

O sorriso é uma característica universal dos indivíduos que pode servir ser usado como crítica, forma de resistência ou expressar sentimentos.

As diferentes faces do riso

Escrito por Prof. Raquel Lima

Atualizado em 22 de Janeiro de 2022

Considerando os textos de apoio abaixo e também outras informações que julgar pertinente, escreva uma dissertação em prosa na qual você exponha seu ponto de vista sobre o tema: As diferentes faces do riso. Lembre-se que sua redação deve ser redigida com letra legível de acordo com a norma-padrão da língua portuguesa, com no mínimo 20 e no máximo 30 linhas. Dê um título ao seu texto.

TEXTO 1:

Por que rimos? Ninguém sabe. O riso tem uma qualidade universal: todas as culturas têm seus contadores de piadas. E, mesmo que a piada tenha graça só para uma cultura, as pessoas reagem sempre da mesma forma. Não importa se a língua é completamente diferente, se a pessoa é da Mongólia, um aborígene australiano ou um índio tupi, o riso é sempre muito parecido, uma reação física a um estímulo mental.

Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/fsp/ciencia/fe1008200806.htm (adaptado).

TEXTO 2:

Para compreender o riso, impõe-se colocá-lo no seu ambiente natural, que é a sociedade; impõe-se sobretudo determinar-lhe a função útil, que é uma função social (…). O riso deve corresponder a certas exigências da vida comum. O riso deve ter uma significação social.

Disponível em: https://cirurgioesdaalegria.org.br/storage/app/uploads/public/5c4/85e/491/5c485e491cbc8055860610.pdf (adaptado).

TEXTO 3:

Estudado com lupa há séculos, por todas as disciplinas, o riso esconde seu mistério. Alternadamente agressivo, sarcástico, escarnecedor, amigável, sardônico, angélico, tomando as formas da ironia, do humor, do burlesco, do grotesco, ele é multiforme, ambivalente, ambíguo. Pode expressar tanto a alegria pura quanto o triunfo maldoso, o orgulho ou a simpatia. É isso que faz sua riqueza e fascinação ou, às vezes, seu caráter inquietante.

Disponível em: Georges Minois. História do riso e do escárnio.

TEXTO 4:

Talvez o exemplo mais destacado de artista com um uso constante do sorriso ao longo de sua produção seja Yue Minjun, integrante do chamado Realismo Cínico chinês, que constantemente se auto-retrato com sorrisos especialmente exagerados, oculta é, na verdade, uma profunda crítica política e social do país onde vive.

Disponível em: https://brasil.elpais.com/verne/2020-06-17/por-que-tao-pouca-gente-sorri-nas-obras-de-arte.html (adaptado).

TEXTO 5:

Rir é um ato de resistência.

Paulo Gustavo, ator

✍️

Partiu praticar?

Receba correções detalhadas em até 24 horas e aprenda a escrever redações sobre qualquer tema.

Apostila Gratuita coRedação

Não perca nada!

Insira seu e-mail no campo abaixo para receber conteúdos e dicas da redação do ENEM direto na sua caixa de mensagens. Não se preocupe, não fazemos spam!

Veja Mais

Fundo Gradiente

Escrever redação não precisa ser complicado

Não seja surpreendido pela sua nota e garanta a aprovação no vestibular neste ano sem perrengue

Footer Logo

coRedação

Plataforma que te ensina a dominar as técnicas da redação do ENEM e chegar mais perto do 1000!

Ícone InstagramÍcone FacebookÍcone Pinterest
Últimos conteúdos

GRQTECH SISTEMAS DE INFORMACAO LTDA 33.841.042/0001-04