8 dicas para conseguir nota máxima na competência 1 do ENEM

A Competência 1 do ENEM avalia a formalidade do texto - e se há marcas de oralidade - e os desvios de gramática, como pontuação, acentuação e ortografia. Muitos candidatos são prejudicados nesta competência, mas a partir de agora, com essas dicas, esse não será mais seu caso.

Escrito por Raquel Lima
Atualizado em 07 de Abril de 2020

O ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) é a porta de entrada dos jovens na universidade, seja ela pública ou privada. Para garantir uma boa colocação é preciso que você, dentre outras etapas, escreva uma redação e garanta ótima pontuação nela, visto que o texto possui peso maior que as outras disciplinas na nota de corte de diversas universidades do país.

A redação do ENEM é dividida em 5 competências e cada uma vale 200 pontos. Aqui você encontrará 8 dicas infalíveis para a competência 1 para te ajudar a dar o primeiro passo rumo ao 1000! Vamos nessa?

A competência 1 avalia a capacidade do candidato de demonstrar domínio da norma culta da língua portuguesa.

Para garantir a nota máxima nesse quesito é importante estar atento a escrita formal da língua, além do conhecimento das regras gramaticais. É fundamental também que suas frases sejam coerentes para que o corretor compreenda claramente o que você quis dizer.

Alguns desvios que são avaliados nessa competência:

  • de convenção da escrita: ortografia, acentuação, entre outros.
  • gramaticais: desvios de concordância, regência, pontuação, paralelismo e colocação pronominal.
  • de escolha de registro: verifica-se se não há uso de registro informal e/ou marcas de oralidade.
  • de escolha vocabular: verifica-se se as palavras selecionadas são usadas em seu sentido correto e se são adequadas ao texto.

Agora que você já conhece a fundo o que é exigido na competência 1, vamos as dicas:

1. Domine o uso da língua portuguesa

Primeiramente é essencial ter em mente que todas as pessoas possuem questionamentos com relação ao uso da língua, ainda que elas sejam fluentes na mesma. Isso acontece porque muitos idiomas - como o português - são vivos, usados a todo instante por diversas pessoas em vários países. Ao fazer uso da língua também realiza-se o movimento de moldagem para que ela seja adaptada de acordo com as necessidades.

Logo, a língua é mutável e sempre há algo para aprender sobre ela: dúvidas no que diz respeito ao uso adequado das vírgulas, por exemplo, ou regras do Novo Acordo Ortográfico.

Esse aprendizado pode ser realizado por meio da leitura de reportagens e artigos, além da prática com exercícios de fixação.

2. Se adapte à norma culta

A norma culta é aquela que está baseada nas regras e convenções da língua. Por isso é importante que você a domine para não cometer desvios de ortografia, acentuação, pontuação, concordância, etc.

Sempre faça uma leitura atenta do seu texto após ter escrito, analisando as palavras atentamente para observar se não faltam acentos e se as frases estão com a concordância de número - plural ou singular - e de gênero - masculino e feminino - adequadas.

Teve dúvida na escrita de alguma palavra na hora da prova? Escreva o sinônimo dela!

3. Entenda a diferença da linguagem oral e escrita

Algumas pessoas não se atentam quanto a diferença entre a linguagem oral e escrita. Apesar de ambas fazerem parte da língua portuguesa, a língua oral é marcada pela continuidade e pela não necessidade de pausas no discurso para que a comunicação aconteça.

Entretanto, ao se falar sobre linguagem escrita, isso é bem diferente. Na linguagem escrita é necessário fazer pausas, pois quando o fluxo de palavras é intenso e sem pausas a compreensão do que foi dito pode ser prejudicada.

Muitas pessoas não são capazes de fazer essa distinção tão fundamental para o texto: a língua é mutável de acordo com o uso e a intenção desejada. Portanto, não se esqueça que sua redação deve ser escrita de maneira formal e sem marcas de oralidade.

4. Leia bastante

Ao exercitar a leitura, você acaba interiorizando algumas normas da língua e a escrita de diversas palavras e, como consequência, passa a escrever melhor.

Para além disso, o hábito da leitura oferece muitos benefícios, pois gera informação e ajuda na articulação da fala. Leia muito: livros de temas que você ache interessante, reportagens, notícias da atualidade, entre outros. Isso vai alavancar sua nota na competência I e ainda te ajudará a construir repertórios, fundamental para a competência II.

5. Saiba quais são suas dificuldades

Nesse processo de estudo para o vestibular, é preciso que você se conheça e saiba identificar suas dificuldades. Se você possui dúvida sobre o uso da crase, há diversos materiais na internet e aulas no Youtube sobre o assunto.

Por isso, vá atrás para sanar suas questões. Treine, faça exercícios e estude. Além disso, uma ótima maneira de estudar é lendo atentamente o feedback que os corretores escrevem na sua redação.

6. Pratique muito

Como diz o ditado, a pratica leva à perfeição. Muitas pessoas acabam se viciando em cometer certos deslizes da língua que podem ser muito caros na nota da redação do ENEM.

Portanto, é fundamental que você treine muito, pois isso vai te ajudar a exercitar a formalidade do seu texto e também a reduzir as marcas de oralidade que você pode estar cometendo sem perceber.

7. Atente-se a escrita

Tenha cuidado para não escrever períodos muito longos, de 3 ou 4 linhas, na sua redação. Fazer isso pode te gerar prejuízo, visto que você pode deixar de amarrar alguma ideia e prejudicar o sentido do trecho.

Outro problema que pode acontecer é o truncamento, quando o sentido da frase fica incompleto. É facilmente identificável: se, ao ler um trecho, você precisa voltar ou fazer pausas inúmeras vezes, pode ser que você esteja tendo problemas de estruturação sintática.

Se você possui esse problema, a próxima dica é valiosa para você!

8. Faça um rascunho e revise seu texto

É fundamental ler e escrever muito, mas um ótimo exercício também é sempre produzir rascunhos e ler o que você escreveu.

Nunca escreva sua redação direto à caneta, seguro de que você já sabe tudo o que vai escrever: pode ser que você erre a ortografia de uma palavra ou escreva uma frase e reflita que ela não ficou muito clara. Ao rascunhar você pode apagar e corrigir esses problemas.

Logo, assuma o papel de corretor dos seus textos e os analise criticamente.

Gostou das dicas? O que você está esperando para se inscrever em nossa plataforma e começar a treinar com temas exclusivos?

Produza a redação perfeita na redação do ENEM

Tenha acesso a nossa plataforma funcional e interativa, com correções detalhadas, precisas e conteúdos práticos para facilitar o aprendizado.