7 alusões históricas para redação

As alusões históricas são importantes para a construção do repertório e a defesa do ponto de seu vista na redação do ENEM. Conheça 7 das muitas existentes e veja porque elas aparecem tanto em redações nota 1000!

Escrito por Raquel Lima
Atualizado em 28 de Junho de 2020

A alusão histórica é importantíssima para a redação do ENEM, mas você sabe o porquê?

A prova do ENEM testa o conhecimento dos candidatos em várias áreas, como matemática, geografia, português, etc. Além disso, também é avaliada a interdisciplinaridade, ou seja, a mistura de conhecimento áreas diferentes.

Logo, mencionar um acontecimento histórico é fundamental para a redação do ENEM, visto que você estará mesclando redação com história.

Neste artigo você aprenderá 7 alusões históricas que servirão para vários temas, e ainda descobrirá na prática porque elas são tão importantes!

Sumário do artigo

Importância das alusões históricas

As alusões históricas são fundamentais para a redação do ENEM, uma vez que auxiliam na contextualização do assunto - vale ressaltar que a Competência 2 avalia a capacidade do participante de demonstrar domínio de outras áreas de conhecimento.

Além disso, os fatos históricos auxiliam na exposição de possíveis origens do problema e na comprovação de que ele não é atual e permanece na sociedade desde o passado. Assim, é possível, com as alusões históricas, fazer comparações de realidades parecidas ou opostas e identificar se a sociedade mudou ou não, aspectos que fortalecem seu argumento.

Lembre-se que comparar e interpretar conhecimentos históricos podem te auxiliar na defesa do seu ponto de vista e a garantir seus pontos na Competência 3 do ENEM.

Agora que você já sabe os benefícios de usar alusões na redação, é hora de conhecer aquelas que irão te auxiliar a discutir sobre variados assuntos.

7 alusões históricas para redação

1. Era Vargas

O período em que Getúlio Vargas permaneceu no poder, entre 1930 e 1945, foi marcado por muitas transformações sociais, culturais e principalmente políticas.

Ao mesmo tempo que ele permitiu que mulheres brasileiras votassem em 1932, foi responsável pela ditadura do Estado Novo de 1937 à 1945 e a criação do Departamento de Imprensa e Propaganda, que serviu como instrumento de censura e propaganda do governo durante o regime.

A Era Vargas pode se relacionar com assuntos sobre direitos dos trabalhadores - que foram garantidos - e o desenvolvimento industrial, com a criação da Petrobrás, por exemplo. Ainda é possível relacionar a censura, ditadura e violação da liberdade de expressão.

2. Crise de 29

O fim da Primeira Guerra Mundial tornou os Estados Unidos a principal economia do mundo, visto que os países europeus estavam devastados pela guerra.

Grande era a expectativa dos americanos com relação à compra e venda: surgia a propaganda do American way of life, sonho de vida americano, baseado no bem-estar e incentivando o consumo no país.

Entretanto, ainda que o consumo estivesse alto, ele não era capaz de absorver todas as mercadorias produzidas. Além disso, um crescente processo de mecanização da produção ocasionou a quebra da bolsa de Nova York em 1929.

A depressão econômica provocou desemprego, fome, pobreza, consequências que podem ser relacionadas à temáticas da redação do ENEM. Além disso, muitos americanos ficaram com sua saúde mental prejudicada, o que provocou uma onda de suicídios.

3. Vinda da corte real para o Brasil

Após a Revolução Francesa, Napoleão Bonaparte avançava pela Europa, dominando territórios. Além disso, pressionava o rei de Portugal para que ele parasse de ter relações comerciais com a Inglaterra.

Como tentativa de fuga, toda a corte partiu para o Brasil, colônia de Portugal. Com isso, o território brasileiro passou por muitas mudanças em sua infraestrutura, como a criação do Banco do Brasil e dos Correios, além de alterações culturais e educacionais, como a criação da primeira Universidade do Brasil.

Com isso é possível realizar um paralelo entre os limites da educação à distância, além da corrupção provocada pelos roubos nos cofres públicos.

4. Fascismo

O fascismo foi uma ideologia de extrema direita que surgiu no período entre guerras e teve Benito Mussolini como líder influente.

Este movimento político foi utilizado para censurar e manipular a população, privar a liberdade e perseguir de grupos, como os homossexuais, que eram considerados degenerados e internados na Ilha de San Domino para viverem em cárcere privado.

5. Revolução Industrial

O século 18 foi considerado um período de intensa transformação no sistema produtivo, principalmente na Europa. Essas mudanças, como a substituição do trabalho artesanal pelo assalariado e com o uso das máquinas, foram marcantes naquela época e influenciam a sociedade até os dias de hoje.

Apesar da Revolução Industrial ter marcado o desenvolvimento da industria, ela trouxe consigo o crescimento do consumismo, problemas de poluição e sustentabilidade, exploração do trabalhador e desemprego do homem que foi substituído por máquinas. Além disso, a produção em larga escala de produtos e a necessidade de trabalhar muitas horas pode ser associada ao problema da obesidade.

6. Governo de JK

Juscelino Kubitschek foi presidente do Brasil de 1956 e 1961 e seu governo foi marcado por mudanças significativas na sociedade brasileira, como a construção da nova capital: Brasília.

Seu plano de ação era "50 anos em 5", que tinha como meta trazer desenvolvimento econômico e social para o Brasil. Ele fez grandes investimentos, principalmente na indústria automobilística. Além disso, foi responsável pela implantação do sistema rodoviário no país, que apesar de possuir baixo custo à curto prazo, não é o mais adequado pela extensão do território do país. Este tipo de alusão é muito pertinente para discussões sobre mobilidade urbana.

7. Imperialismo no século 19

Foi o momento de expansão territorial da Europa em busca de consumidores para comprarem seus produtos Pós-Revolução Industrial, além de matéria-prima e mão-de-obra barata.

Territórios da África e Ásia serviram como colônias de exploração; no caso dos países africanos, a Conferência de Berlim foi o evento de repartiu os países do continente de acordo com os interesses europeus, o que causou intensos conflitos e guerras entre grupos nas regiões.

Além disso, o sentimento de superioridade dos colonizadores serviu como justificativa para xenofobia, exploração e trabalho escravo. Somado a isso havia o preconceito racial e também linguístico.

Alusões históricas na redação do ENEM

Como você pode perceber, as alusões históricas podem ser associadas aos mais diversos assuntos e temas possíveis para a redação do ENEM.

A partir de agora você verá parágrafos retirados de redações nota 1000 de candidatos que utilizaram alusões históricas como repertório em seu texto! Vamos lá?

ENEM 2019 - Redação escrita por Augusto Scapini

"Aristóteles, grande pensador da Antiguidade, defendia a importância do conhecimento para a obtenção da plenitude da essência humana. Para o filósofo, sem a cultura e a sabedoria, nada separa a espécie humana do restante dos animais. Nesse contexto, destaca-se a importância do cinema, desde a sua criação, no século XIX, até a atualidade, para a construção de uma sociedade mais culta. No entanto, há ainda diversos obstáculos que impedem a democratização do acesso a esse recurso no Brasil, centrados na elitização do espaço público e causadores da insuficiência intelectual presente na sociedade. Com isso, faz-se necessária uma intervenção que busque garantir o acesso pleno ao cinema para todos os cidadãos brasileiros."

— Alusão histórica sobre Grécia Antiga.

ENEM 2018 - Redação escrita por Natália Cristina da Silva

A utilização dos meios de comunicação para manipular comportamentos não é recente no Brasil: ainda em 1937, Getúlio Vargas apropriou-se da divulgação de uma falsa ameaça comunista para legitimar a implantação de um governo ditatorial. Entretanto, os atuais mecanismos de controle de dados, proporcionados pela internet, revolucionaram de maneira negativa essa prática, uma vez que conferiram aos usuários uma sensação ilusória de acesso à informação, prejudicando a construção da autonomia intelectual e, por isso, demandam intervenções. Ademais, é imperioso ressaltar os principais impactos da manipulação, com destaque à influência nos hábitos de consumo e nas convicções pessoais dos usuários.

— Alusão histórica sobre a Era Vargas.

ENEM 2017 - Redação escrita por Thaís Fonseca Lopes de Oliveira

Na mitologia grega, Sísifo foi condenado por Zeus a rolar uma enorme pedra morro acima eternamente. Todos os dias, Sísifo atingia o topo do rochedo, contudo era vencido pela exaustão, assim a pedra retornava à base. Hodiernamente, esse mito assemelha-se à luta cotidiana dos deficientes auditivos brasileiros, os quais buscam ultrapassar as barreiras as quais os separam do direito à educação. Nesse contexto, não há dúvidas de que a formação educacional de surdos é um desafio no Brasil o qual ocorre, infelizmente, devido não só à negligência governamental, mas também ao preconceito da sociedade.

— Alusão histórica sobre Grécia Antiga.

ENEM 2016 - Redação escrita por Julia Mitie Oya

O Brasil é um país com uma das maiores diversidades do mundo. Os colonizadores, escravos e imigrantes foram essenciais na construção da identidade nacional, e também, trouxeram consigo suas religiões. Porém, a diversidade religiosa que existe hoje no país entra em conflito com a intolerância de grande parte da população e, para combater esse preconceito, é necessário identificar suas causas, que estão relacionadas à criação de estereótipos feita pela mídia e à herança do pensamento desenvolvido ao longo da história brasileira.

— Alusão histórica sobre a colonização brasileira.


ENEM 2015 - Redação escrita por Richard Wagner Caputo Neves

Desde o Iluminismo, já sabemos – ou deveríamos saber – que uma sociedade só progride quando um se mobiliza com o problema do outro. No entanto, quando se observa a persistência da violência contra a mulher no Brasil em pleno século XXI, percebe-se que esse ideal iluminista é verificado na teoria e não desejavelmente na prática. Muitos importantes passos já foram dados na tentativa de se reverter esse quadro. Entretanto, para que seja conquistada uma convivência realmente democrática, hão de ser analisadas as verdadeiras causas desse mal.

— Alusão histórica sobre Iluminismo (também é possível usar a Revolução Francesa como alusão histórica).

ENEM 2014 - Redação escrita por Maria Isabel Viñas

A vitória do capitalismo na Guerra Fria gerou muitas consequências para o mundo, sendo uma delas a competição desenfreada das multinacionais por novos mercados. Um dos principais alvos desse cenário são as crianças, indivíduos facilmente manipuláveis devido a sua pequena capacidade de julgamento crítico. Sua inocência é, dessa forma, cruelmente convertida em lucro, fato que não deve ser permitido nem tolerado.

— Alusão histórica sobre a Guerra Fria (também é possível usar a 1ª e a 2ª Guerra Mundial como alusão histórica).


Neste artigo você conheceu algumas alusões históricas que podem ser pertinentes para vários temas de redação, mas você também pode fazer uso de outras.

Que tal começar a praticar? Envie sua redação para correção em nossa plataforma!

Escreva a redação com confiança

Tenha acesso a nossa plataforma funcional e interativa, com correções detalhadas, precisas e conteúdos práticos para facilitar o aprendizado.