Modelo de Redação sobre Preconceito Linguístico

Confira uma redação modelo sobre os tema preconceito linguístico, veja os argumentos e os repertórios usados para treinar.

Escrito por Raquel Lima
Atualizado em 19 de Julho de 2021

A variedade de pessoas num país tão grande como o Brasil faz surgirem diversas maneiras de agir e falar particulares. Entretanto, é preciso aprender a conviver com a diferença.

Por isso este assunto pode ser tema da Redação do ENEM. Veja a Redação sobre Os efeitos do preconceito linguístico na sociedade brasileira, compare com a sua redação e se inspire:

INTRODUÇÃO

É evidente que o problema do preconceito linguístico persiste na sociedade brasileira. Essa atitude intolerante, no entanto, não é atual, visto que desde o período da colonização portuguesa a língua dos nativos que aqui viviam foi ignorada e excluída. Assim, se antes o português foi imposto e obrigatório em todo território, hoje é possível observar que essa realidade não mudou, pois ações imperialistas com relação à língua podem ser vistas no ambiente escolar e na sociedade, praticadas pelos próprios brasileiros.

DESENVOLVIMENTO

Convém destacar que as instituições de ensino brasileiras ajudam a reforçar a noção de certo e errado com relação ao português. Enxergar a língua pelo viés exclusivo - e não inclusivo - ajuda a reforçar atos intolerantes desde a infância. Marcos Bagno, em seu livro Preconceito Linguístico, defende uma educação que valorize a diversidade cultural do país. Isto mostra-se coerente, já que o Brasil possui grande extensão territorial e as pessoas de diferentes regiões têm hábitos distintos, tanto linguísticos quanto culturais. É papel da escola não reforçar atitudes discriminatórias.
Deve-se ressaltar também que a intolerância na infância provoca atitudes de exclusão social nos adultos. De fato, a educação no Brasil não é igualitária para todos, pelo contrário, é instrumento de desigualdade social pela negligência do Estado. Assim, ela acaba por reafirmar, na vida adulta, atitudes discriminatórias entre os mais velhos, tendo como elemento de reforço a Mídia, que serve como instrumento de dominação e ainda enfatiza as diferenças regionais pela linguagem. Isso pode ser observado em novelas como "Eta Mundo Bom!" da Rede Globo, em que os personagens do interior são emburrecidos, ridicularizados e têm espaço para serem protagonistas apenas de novelas de comédia, como é o caso de Candinho.

CONCLUSÃO

Logo, são necessárias medidas para resolver o problema discutido. O Ministério da Educação deve financiar campanhas nas mídias - principalmente na TV - que ressaltem a diversidade e repudiem atitudes de preconceito, através da fala de pessoas de diferentes regiões do país e ainda com relatos discriminatórios que as mesmas sofreram para que esses malefícios enfim cessem e assim as pessoas se conscientizem mais sobre o assunto. O MEC deve também promover cursos aos professores de português por meio de debates e discussões que desconstruam o ensino atual a fim de enfatizar a necessidade de tornar o português uma língua inclusiva, como deseja Marcos Bagno.

Comentários:

COMPETÊNCIA 1: o texto é construído com a utilização de uma linguagem formal muito adequada. Isso garante uma leitura clara e fluida da redação. Além disso, raríssimos casos de desvios gramaticais e sintáticos podem ser encontrados, mas merecem atenção: problemas de repetição de palavras e truncamento, quando parte do sentido fica prejudicado pela ausência de informações importantes ou má organização da frase. A ocorrência deles não compromete a nota nessa competência.

COMPETÊNCIA 2: há o entendimento completo do tema sugerido, com introdução e problematização do assunto pertinentes. Além disso, utiliza-se repertórios muito pertinentes, como o livro de Marcos Bagno por exemplo, além do desenvolvimento do texto dissertativo-argumentativo, dividido em introdução, desenvolvimento e conclusão. Excelente!

COMPETÊNCIA 3: a partir da leitura do texto é possível observar presença de projeto de texto, ou seja, as informações foram previamente organizadas antes da redação ser escrita. Além disso, os argumentos são coerentes e muito bem desenvolvidos, principalmente porque contam com tópico frasal, repertório e análise crítica das informações em defesa da tese. Muito bom!

COMPETÊNCIA 4: há a utilização de grande variedade de conectivos, tanto no início como no interior dos parágrafos. Eles e outros mecanismos linguísticos como pronomes e conjunções garantem ao texto coesão e coerência textual, fundamentais para que as ideias sejam apresentadas de forma clara. Brilhante!

COMPETÊNCIA 5: a conclusão começa com a evidência da necessidade de resolver a questão discutida, seguida pela apresentação da proposta de intervenção. Ela apresenta agente, ação, modo de fazer a ação, finalidade e detalhamento, respeita os direitos humanos, é muito bem detalhada e possível de ser colocada em prática. Excelente!

Bons estudos e até a próxima!

Não perca nada!

Insira seu e-mail no campo abaixo para receber conteúdos e dicas da redação do ENEM direto na sua caixa de mensagens. Não se preocupe, não fazemos spam!

Conheça o CoRedação

Correções super detalhadas, curso completo, apostila, conteúdos exclusivos e mapas mentais para turbinar seus estudos para a Redação do ENEM 2021.