Modelo de Redação sobre Suicídio no Brasil

Confira uma redação modelo sobre os tema suicídio no Brasil, veja os argumentos e os repertórios usados para treinar.

Escrito por Raquel Lima
Atualizado em 30 de Março de 2021

De acordo com a OMS, o Brasil ocupa o 8º lugar na lista de países com maior número de suicídios e esse índice só aumenta.

Por esse motivo, este assunto pode ser tema da Redação do ENEM. Veja a Redação sobre Os entraves no combate ao suicídio na sociedade brasileira, compare com a sua redação e se inspire:

INTRODUÇÃO

É evidente os entraves existentes no combate ao suicídio na sociedade brasileira atual. O espírito relatado pelos poetas da 2ª Geração do Romantismo - conhecida como mal do século e marcada pelo pessimismo e desejo da morte - impera sobre a sociedade atual, principalmente entre os mais jovens. Além disso, são muitos os brasileiros que tratam transtornos psicológicos como "coisa de doido" e são preconceituosos na hora de discutir sobre o assunto e buscar tratamento.

DESENVOLVIMENTO

Primeiramente é necessário enfatizar que a maior parte das pessoas que cometem suicídio sofrem  depressão. De acordo com a OMS, houve um aumento de 27% no número de jovens de 15 a 29 anos que tiraram sua própria vida. Embora o Setembro Amarelo cumpra o papel de conscientizar a população sobre a importância de cuidar da saúde mental, isto não tem sido suficiente para a diminuição dos casos. Muitas vezes as queixas dos mais jovens são tratadas com desleixo e zombaria por parte dos pais e amigos, o que infelizmente leva o adolescente ao suicídio, como a personagem Hannah Baker da série Os 13 porquês.
Deve-se ressaltar também que o preconceito ainda impede muitas pessoas de procurarem ajuda especializada antes de tirar a própria vida. Isso se deve principalmente pela criação de hospícios no passado, centros hospitalares em que doentes mentais eram deixados, como o Manicômio de Barbacena, localizado em Minas Gerais. Neste local, muitos foram torturados e confinados até a morte, tratados com negligência e ignorância. Apesar da Reforma Psiquiátrica em 2001 e do movimento contra esses hospitais, os brasileiros ainda discriminam essa condição e abordam o assunto sem dedicar a ele a devida importância. Isso acontece porque a sociedade ainda não trata transtornos mentais como um problema de saúde.

CONCLUSÃO

Logo, medidas são fundamentais para resolver o problema discutido. O Ministério da Saúde deve promover nas escolas públicas de todo o país encontros quinzenais sobre saúde mental e suicídio, através de palestras concedidas por psicólogos e psiquiátricas, para que esse tema seja mais debatido e consequentemente compreendido. Além disso, a Mídia deve promover campanhas nos veículos de informação por meio de relatos de pessoas que perderam conhecidos e parentes por conta do suicídio a fim de conscientizar os telespectadores sobre a importância de discutir com respeito essa questão. Assim, o espírito iniciado com a 2ª Geração do Romantismo se dissipará.

Confira os comentários de acordo com as Competências do ENEM:

COMPETÊNCIA 1: a escolha vocabular é adequada na redação, de modo que as frases possuem excelente grau de formalidade, impecável. Do ponto de vista gramatical, há uma única ocorrência de inadequação pronominal, na qual se deveria usar ênclise. Apesar disso, esse caso isolado não atrapalha a nota, mas é sempre bom ter atenção!

COMPETÊNCIA 2: é possível observar conhecimento a estrutura dissertativa-argumentativa da redação, além da separação da introdução, do desenvolvimento e da conclusão. Há uma grande variedade de conhecimentos de outras áreas - e todos se relacionam com o tema de forma precisa. As informações foram muito bem escolhidas, ou seja, somente o que era mais produtivo foi trazido no texto. Excelente!

COMPETÊNCIA 3: o candidato sabe a importância de argumentar para fortalecer o argumento e faz isso de forma brilhante e completa. Os dois parágrafos de desenvolvimento contam com tópico frasal (que eles são ótimos para auxiliar na organização das ideias). Além disso, há ainda uso de repertórios pertinentes e análise crítica sobre o assunto, com reflexão e apresentação da relação entre as informações apresentadas. A redação possui ainda projeto de texto, tanto na citação brevemente dos argumentos na introdução quanto na recitação do repertório na conclusão. Ótimo!

COMPETÊNCIA 4: é evidente o conhecimento sobre a importância de usar conectivos, porque há a utilização deles tanto no início quanto no interior dos parágrafos. Esses e outros mecanismos linguísticos que aparecem ao longo do texto ajudam a garantir a coesão e a coerência textual. Além disso, não há a ocorrência de problemas como gerundismo, escrita de palavras ou uso frequente dos mesmos conectivos. Muito bom!

COMPETÊNCIA 5: na conclusão, há a ênfase na importância de resolver o problema discutido e em seguida apresenta-se duas propostas completíssimas. Elas evidenciam quem fará a ação, como será feita, o que será realizado e qual o objetivo disso, além do detalhamento da finalidade. Além disso, as propostas são completas, possíveis de serem feitas e respeitam os direitos humanos.

Bons estudos e até a próxima!

Não perca nada!

Insira seu e-mail no campo abaixo para receber conteúdos e dicas da redação do ENEM direto na sua caixa de mensagens. Não se preocupe, não fazemos spam!

Conheça o CoRedação

Correções super detalhadas, curso completo, apostila, conteúdos exclusivos e mapas mentais para turbinar seus estudos para a Redação do ENEM 2021.